• Terça-feira , 10 Dezembro 2019

O comércio internacional e a competição sino-americana

Donald Trump and Xi Jinping at the 2019 G20 Osaka summit (Fonte da imagem: Wikipedia)

Nem EUA, nem China, olham para o comércio internacional como uma troca de bens e serviços onde todos podem ganhar e aumentar o seu bem-estar, sem ser à custa do outro. Isso coloca um problema sério ao sistema comercial multilateral, tal como está instituído actualmente sob as regras da Organização Mundial do Comércio. O actual sistema comercial reflecte o pensamento económico clássico de Adam Smith e David Ricardo, bem como dos continuadores modernos, de Paul Samuelson a Jagdish Bhagwati.  Para alguns, a actual competição sino-americana no comércio internacional pode ser vista sob o prisma da teoria dos jogos, sendo, nessa óptica, um apaixonante jogo estratégico de soma zero. É uma forma de competição do tipo “tudo ou nada”, onde o que um ganha o outro perde. Mas no mundo real os riscos são sérios.

Ver artigo de José Pedro Teixeira Fernandes «EUA vs. China: o comércio internacional como competição pela supremacia mundial» in Público 9/11/2019.

Related Posts

Leave A Comment