• Terça-feira , 21 Novembro 2017

O “efeito GALP” nas exportações portuguesas

Logo Galp

O combustíveis e lubrificantes têm vindo a adquirir um crescente peso nas exportações portuguesas – essencialmente resultam das exportações de produtos das refinarias da GALP, especialmente a de Sines -, tendo representado perto de 47% do total das mesmas no ano de 2013. Como explica o INE, “as exportações de bens atingiram 47 369,1 milhões de euros em 2013, o que representa um aumento de 4,7% face ao ano anterior (+2 109,6 milhões de euros)”. Todavia, se forem excluídos os combustíveis e lubrificantes, “as exportações aumentaram apenas  2,2% em 2013, o que representa também um abrandamento face a 2012 (+4,2%)”.

Ver aqui a informação estatística do INE.

Related Posts

Leave A Comment